Plano de Recuperação e Resiliência

O Plano de Recuperação e Resiliência é um programa de aplicação nacional, com um período de execução excecional até 2026, que vai implementar um conjunto de reformas e de investimentos destinados a repor o crescimento económico sustentado, reforçando o objetivo de convergência com a Europa ao longo da próxima década.

O Conselho Europeu, perante os graves impactos da pandemia nas economias europeias, criou o Next Generation EU, um instrumento estratégico de mitigação do impacto económico e social da crise, capaz de promover a convergência económica e a resiliência, contribuindo para assegurar o crescimento sustentável de longo prazo e responder aos desafios da transição para uma sociedade mais ecológica e digital. É a partir deste instrumento que se desenvolve o Mecanismo de Recuperação e Resiliência, onde se enquadra o PRR.

O PRR é um plano de investimentos para todos os portugueses, assente em três dimensões estruturantes: Resiliência; Transição Climática; Transição Digital.

Indicadores de Contratualização

Contratos assinados entre a “Recuperar Portugal” e as entidades responsáveis pela execução dos Investimentos

Resiliência (RE)

Dotação Total
(11.125 M€)

63

% Contratada

13

% Aprovada

1

% Paga

Transição Climática (TC)

Dotação Total
(3.059 M€)

81

% Contratada

29

% Aprovada

4

% Paga

Transição Digital (TD)

Dotação Total
(2.460 M€)

95

% Contratada

38

% Aprovada

1

% Paga