255 fogos para arrendamento acessível nas Beiras e Serra da Estrela

255 fogos para arrendamento acessível nas Beiras e Serra da Estrela

No âmbito do PRR, os municípios da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) e o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) assinam hoje protocolos de cooperação para a reabilitação e construção de habitação de 255 fogos para arrendamento acessível.

Segundo o presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, Luís Tadeu, foi estabelecido “um programa com o IHRU, destinado à reabilitação de imóveis que hoje em dia se encontram degradados nas nossas cidades, para destiná-los a um fim muito claro, que é a habitação a rendas acessíveis”.

O referido programa abrange os 15 municípios da CIMBSE, no entanto na primeira fase são assinados protocolos para 11 concelhos, num total de 20 projetos, com um valor de obra de 35 milhões de euros.

“Os outros quatro municípios terão os projetos em análise no IHRU e dentro de algum tempo podem ser aprovados e teremos uma segunda leva de projetos. Estes são aqueles que já estão validados pelo IHRU, de acordo com as propostas de intervenção. Nestes municípios, há alguns com mais do que uma operação validada”.

Luís Tadeu avança ainda que “Acabamos por não ter um verdadeiro mercado de arrendamento. Há um disparar de preços e temos muita dificuldade para as pessoas que precisam de arrendar uma habitação”, sendo que estes projetos ajudarão a colmatar esta lacuna, tendo de estar concluídos e prontos a habitar até 2026.