PRR – Recuperar Portugal

PT | EN

Agenda Mobilizadora exporta internet mais rápida para as casas americanas

No âmbito da Agenda Microeletrónica, que teve um investimento de cerca de 5 milhões do PRR, a HFA – Henrique, Fernando & Alves SA , “está a produzir um componente para aumentar a velocidade de Internet das casas e empresas americanas”.

Segundo a empresa portuguesa, sedeada em Águeda, nos últimos meses, a mesma adquiriu “equipamentos de produção altamente especializados na área da microeletrónica e está a produzir um componente para aumentar a velocidade de Internet das casas e empresas americanas”

Trata-se do XFP NG-PON2 ONU, um componente da área da fibra ótica “que é colocado nos ‘routers’ domésticos e empresariais, multiplicando por até 16 a largura de banda larga e aumentando, assim, a velocidade da Internet”.

Assim, “com recurso a parte do investimento do PRR, alcançado através da Agenda Microeletrónica, a HFA produz, a partir de Águeda, esta tecnologia”, um produto que “desenvolvido pela PICadvanced S.A., outro parceiro da Agenda” será vendido à “multinacional americana de telecomunicações Verizon”.

Todavia, os resultados do PRR vão além deste investimento que pertmitiu a compra de equipamentos para produzir as referidas componentes. O investimento PRR na Agenda permitiu “modernizar-se, com novos processos, metodologias e um novo pavilhão, que deverá estar concluído em meados do próximo ano”.

“O apoio da Agenda Microeletrónica é essencial para aumentarmos a nossa capacidade de trabalhar novos produtos e prestar, por exemplo, serviços de assemblagem e teste de placas de eletrónica”, indica Carlos Alves, administrador da HFA.

A Agenda da Microeletrónica, que envolve 17 parceiros, foi criada no âmbito das agendas mobilizadoras do PRR com o objetivo de reforçar a capacidade produtiva e de inovação da indústria nacional de semicondutores e microeletrónica, com o intuito de colocar Portugal na linha da frente no mercado da gestão, produção, distribuição e reciclagem de semicondutores e conseguir assumir-se como um fornecedor a nível mundial.

A Agenda Microeletrónica é cofinanciado a fundo perdido no valor total elegível de 6.749.3749,13 euros pelo PRR.

As Agendas Mobilizadoras pretendem aumentar a competitividade e a resiliência da economia, através da mobilização e reforço das capacidades científicas e tecnológicas de Portugal com a implementação de agendas ambiciosas de investigação e inovação baseadas em consórcios entre empresas e instituições académicas.

Scroll to Top